12/01/2013

Reeducação Intestinal para o Lesado Medular


   A lesão medular pode ocorrer como conseqüência de trauma ou doença. Uma lesão da medula frequentemente afeta a área motora (capacidade de realizar movimento) e sensitiva (capacidade de sentir), além de afetar o funcionamento da bexiga, intestino e órgãos sexuais.
   Quanto ao intestino, seu funcionamento pode ficar alterado, apresentando dificuldade de evacuação ou ocasionar a eliminação involuntária das fezes.
   Para que o seu intestino funcione de forma regular, dando-lhe mais conforto e segurança, seguem algumas orientações.

Dicas de ingestão de alimentos:
- Frutas: mamão, laranja com bagaço, ameixas pretas e etc.
- Verduras: todas, principalmente alface, acelga, repolho e couve.
- Legumes: todos.
- Cereais: arroz integral, germe de trigo, farelo de trigo, aveia, linhaça e etc.
- Produtos lácticos: iogurte, coalhada, queijo branco e ricota.

Observações:
- Evite alimentos como batata e aipim que são ricos em amido e não favorecem o funcionamento intestinal
- Tome pelo menos de 2 a 2,5 litros de água por dia.
- Procure esvaziar seu intestino conforme seu ciclo intestinal, que pode ser diário, em dias alternados ou a cada 3 dias.
- Escolha para ir ao banheiro após as refeições, pois o intestino tende a ter um funcionamento mais fácil.
- Procure sentar no vaso sanitário ou deitar do lado esquerdo para favorecer a evacuação.
- Auxilie o esvaziamento intestinal com massagens circulares na barriga, no sentido horário (da direita para a esquerda). Realizar todos os dias, mesmo que seu intestino não funcione diariamente.
- Se necessário, realizar estlímulo digital anal com luva lubrificada com óleo mineral.

   Para conseguir bons resultados você deverá ser disciplinado, cumprir as orientações todos os dias.
   Caso seu intestino fique mais de 3 dias sem evacuar e as fezes estejam endurecidas, verifique se todas as orientações estão sendo realizadas.
   Até conseguir reeducar seu intestino, se necessário use laxante o mais natural possível, supositório de glicerina ou mini-enema como o minilax.
   Evite o uso freqüente de laxantes o que pode irritar o intestino e diminuir a flora intestinal, piorando a constipação.
   Todos estes procedimentos devem ser orientados por um profissional capacitado da área de saúde.

Fonte: Jornal Inclusão Brasil
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.