05/01/2013

Nick Newell, lutador sem a mão e parte do antebraço esquerdos, está invicto no MMA


Nick Newell, lutador sem a mão e parte do antebraço esquerdos, está invicto no MMA
Presidente do Ultimate Fighting Championship (UFC) se diz "cauteloso sobre ida do atleta amputado Nick Newell ao Ultimate, mesmo com oito vitórias em oito lutas

   Nick Newell (foto) chocou o mundo em 2012, mantendo sua série invicta no MMA mesmo tendo de superar uma amputação congênita que fez com que ele não tenha uma mão e parte de um dos braços. O norte-americano superou a deficiência e conquistou em dezembro seu primeiro cinturão no XFC (Xtreme Fighting Championship) - uma organização similar ao UFC que organiza os combates de MMA e tem cinturão próprio –, lutando contra outro atleta que não possui nenhuma deficiência física. Mesmo assim, o presidente do UFC, Dana White (foto abaixo), ainda é cauteloso em falar sobre as chances de ele ser contratado pela organização no futuro.
   Newell já afirmou - em entrevista ao UOL Esporte - que seu sonho é lutar no Ultimate. Mas, se depender de Dana White, o cinturão peso leve do XFC não garante que ele está pronto para duelar com os melhores do planeta. “Talvez, não sei”, disse Dana White, em tom desconfiado. “Há caras que trazemos que são considerados ótimos para o (reality show) The Ultimate Fighter e que não vão bem. Lutar com os dois braços já é complicado, e nós estamos no topo do MMA”, disse.
   Apesar de não ter parte do braço, Newell mostra grande agilidade nas lutas, tem poder de nocaute e ainda coleciona vitórias por finalização (veja no vídeo abaixo a última luta dele). “Lutar com um braço é algo maluco para mim. Eu nem sei bem o que dizer sobre isso, é algo doido”, afirmou Dana White, que vê também um problema legal para isso. “Talvez em outros estados seja mais fácil, temos de ver se estados realmente grandes, como Califórnia e Nevada o deixariam competir.”
   OPINIÃO - Com oito vitórias em oito combates, é bastante provável que o americano Nick Newell venha a fazer história. Sim, ele pode! O atleta de MMA afirmou que seu principal objetivo na carreira é se tornar o lutador número um do planeta. Fato é que ele já é o melhor do mundo, diante das limitações físicas que enfrenta. Se não ainda reconhecidamente por ser um "Anderson Silva" da vida, repleto dos luxos, fama e campanhas de publicidade, mas pela garra, vontade e amor demonstrados ao esporte.
   O que nos podemos aprender do Newell é que a verdadeira vitória não vem de superamos apenas os nossos adversários, mas de conseguimos superar nossas próprias limitações nessa batalha chamada vida. E você, o que acha das afirmações do presidente do UFC? Tal prudência é necessária ou reflete preconceito com as pessoas com deficiência? Deixe sua opinião

Fonte: UOL Esportes
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.