14/12/2012

Cartilha dá dicas de relacionamento com pessoas com deficiência

   Portador de deficiência, pessoa especial ou deficiente? Referir-se a alguém com deficiência é uma dúvida comum no Brasil. O exemplo mais recente foi dado pela presidente Dilma Roussef, que disse "portador de deficiência" e não "pessoa com deficiência", durante a 3ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em Brasília, nesta terça (04/12). 
   Durante os últimos anos, algumas organizações começaram a utilizar termos que acreditavam ser os mais indicados, até que um texto aprovado pela Convenção Internacional para Proteção e Promoção dos Direitos e Dignidades das Pessoas com Deficiência, aprovado pela Assembléia Geral da ONU, em 2006, e ratificado no Brasil em julho de 2008 definiu a expressão "pessoa com deficiência" mais adequada. Assim, termos como "portador de deficiência","pessoa com necessidades especiais" e "deficiente", embora ainda comuns, não são recomendados. 
    Acesso fácil pela Internet Diante dessas mudanças, a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED) disponibiliza, desde 2009, o download da sua publicação Dicas de Relacionamento com Pessoas com Deficiência. O material, de leitura simples, fornece desde informações básicas, como o próprio conceito de deficiência, condutas adequadas no relacionamento, terminologias utilizadas e os mitos e verdades relacionados ao tema. O objetivo maior da publicação é disseminar informações como forma de diminuir a discriminação e o preconceito e também promover um relacionamento que seja o mais natural possível. Entre as dúvidas mais comuns estão: Posso chamar alguém de cego ou devo dizer "deficiente visual"? Como me comunicar com uma pessoa surda? Qual a melhor forma de conversar com alguém que tenha deficiência intelectual? É verdade que todas as pessoas cegas têm mais habilidade para música? Que tipo de ajuda posso oferecer a uma pessoa que utiliza cadeira de rodas? A publicação não tem a pretensão de ditar regras, mas sim, compartilhar as experiências vividas pelos profissionais da Secretaria nos últimos anos.

Clique aqui para fazer o download da cartilha

Fonte: Revista Sentidos
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.