17/09/2012

Brasil analisa modelo do Canadá sobre prédios acessíveis

   O Brasil está interessado num modelo de prédios acessíveis, que é desenvolvido pelo Canadá. De acordo com o secretário nacional para Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José Ferreira, a nação conseguiu, através de políticas públicas, convencer construtores privados a adaptar os edifícios do país. O secretário está em Nova York participando da 5ª Sessão da Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiências.
   Antonio José Ferreira falou sobre a proposta apresentada pela delegação canadense no encontro. "Ficamos bastante animados com a solução que o Canadá tem encontrado para tornar os prédios públicos e privados acessíveis. No caso dos prédios privados, o Governo Canadense tem oferecido um recurso de um fundo como subsídio para esses órgãos, esses proprietários possam tornar estes prédios acessíveis. É uma ideia, que nós temos interesse em discutir no Brasil para ver como viabilizar. Entendemos que, muitas vezes, as pessoas querem tornar os seus prédios acessíveis, mas não têm como fazer isso".
   Uma delegação do governo brasileiro deve permanecer na sede das Nações Unidas até esta sexta-feira. O Brasil realizou um evento paralelo à Conferência para apresentar iniciativas do programa Viver Sem Limite, que defende inclusão, acessibilidade e tecnologias assistivas para quem tem deficiência.
   De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, cerca de 45 milhões de brasileiros vivem com algum tipo de deficiência.
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.